Causas orgânicas da disfunção erétil

Causas orgânicas da disfunção erétil reduzem ou impedem o fluxo sanguíneo ou impulsos nervosos para o pênis. Atualmente, acredita-se que, em cerca de 50% dos casos, a disfunção erétil se deva principalmente a fatores orgânicos, em 20% – predominantemente psicogênicos, e em 30% – uma combinação de causas orgânicas e psicogênicas. Na maioria dos casos, os homens com impotência sentem ansiedade, culpa ou depressão. Essas condições pioram ainda mais a condição do paciente.

Disfunção erétil

A disfunção erétil ou impotência não está (completamente) se tornando rígida ou rígida no pênis durante o ato sexual. O corpo do homem reage através de hormônios, nervos e vasos sanguíneos em excitação sexual na forma de uma ereção. Como existem vários fatores envolvidos na obtenção de uma ereção, há também muitas causas diferentes para a impotência. O hormônio sexual masculino testosterona desempenha um papel importante em qualquer caso.

O fator mais importante que desempenha um papel na disfunção erétil é a idade. Conforme você envelhece, a capacidade de obter uma ereção diminui. Além disso, vemos que as causas psicológicas podem desempenhar um papel, incluindo, por exemplo, problemas de relacionamento, depressão, estresse e ansiedade, mas o uso de medicamentos ou doenças cardiovasculares também podem desempenhar um papel. Quando você envelhece, o nível de testosterona no homem diminui, o que pode levar à redução da libido, problemas de ereção, mas também fadiga e letargia. Nos homens, a transição (alteração dos níveis hormonais) também é chamada de penopause.

Hormônios diferentes desempenham um papel na obtenção de uma ereção ou na obtenção de sexo.Este teste mede diferentes valores sanguíneos que influenciam isso, como testosterona, SHBG e prolactina. Mas também outros valores sanguíneos podem dizer algo sobre a possível causa das queixas, como o colesterol (a testosterona é formada a partir do colesterol), mas também o metabolismo do açúcar, problemas de tireóide ou próstata e deficiências de vitamina D podem desempenhar um papel.

Se a disfunção erétil ocorre em homens jovens

Se a disfunção erétil ocorre em homens jovens, a razão para isso é geralmente distúrbios psicológicos, e não físicos. Problemas de relacionamento, estresse, depressão e medo do fracasso com a inexperiência sexual podem ser a causa da impotência. Em homens mais velhos, a disfunção erétil causada por causas físicas pode causar tais problemas mentais e, assim, aumentar a disfunção erétil. Em ambos os casos, o aconselhamento psicológico continuará a ajudar – do aconselhamento sexual ou do casal à psicoterapia, dependendo da intensidade necessária. Em qualquer caso, pode ser útil envolver o respectivo parceiro de vida nas discussões.

A disfunção erétil leve é ​​muito facilmente associada à pressão de desempenho e ao medo do fracasso, resultando em uma falha delicada da relação sexual . Como resultado, a espiral de falhas é delicada, o que pode levar à morte das relações sexuais . No entanto, causas puramente psicológicas são apenas 10 a 20 por cento atrás da disfunção erétil.

Fumar, excesso de peso, alto consumo de álcool e condições físicas precárias também causam disfunção erétil . Fumar aumenta o risco de perturbação eréctil 2 – 3 – vezes comparado com os não fumadores . Ao longo dos anos, grandes consumidores de álcool podem experimentar malformações nervosas e, assim, a potência no tempo é reduzida . Além disso, o estresse pode causar uma ereção – problemas.

A disfunção erétil é tratada principalmente com drogas . Drogas para melhorar a circulação sanguínea nos genitais . Diferentes drogas usadas para disfunção erétil diferem principalmente em sua duração de ação . Os medicamentos a ser tomado, se necessário, são os chamados fosfodiesterase 5 – inibidores da enzima . Os medicamentos são eficazes e seguros . Os comprimidos funcionam de 36 horas a cerca de cinco horas, dependendo do medicamento utilizado . Com um medicamento contendo tadalafil uma vez ao dia, é possível uma ereção a qualquer momento durante a estimulação, e não apenas por uma determinada duração de ação .Os medicamentos funcionam durante sua vida apenas como resultado da excitação sexual .

eréctil uso de drogas pode ser perigosa se uma pessoa tem pressão muito baixa ou que sofrem de doença cardíaca, distúrbios cerebrovasculares, a diabetes não controlada, ou utilizado em combinação com nitratos, anticoagulantes, medicamentos de pressão sanguínea, ou certas drogas usadas em sintomas de hiperplasia da próstata . Nesses pacientes, o alprostadil injetável ou injetado na uretra com uma pequena seringa pode ser usado para o aumento do pênis, causando uma ereção sem excitação . A droga expande as artérias do pênis e causa auto-ereção . A ereção continua mesmo após a ejaculação até a droga ter deixado o corpo .

Causas da impotência sexual podem ser descritas como:

A ereção masculina depende de uma variedade de fatores mentais, neurogênicos, hormonais, vasculares e anatômicos.
Assim, fazendo uma conclusão a partir do acima exposto, as causas desta doença podem ser as seguintes:

Entre as causas da disfunção erétil psicogênica estão educação rigorosa, crenças religiosas, medo da sexualidade, perversões sexuais (distorções), depressão, medo do envelhecimento, defeitos físicos, certa preferência sexual de um parceiro, conflito com um parceiro, primeira experiência sexual negativa em um homem, expectativa de fracasso em contato com um parceiro, doença mental e algumas outras condições.

Disfunção erétil neurogênica resulta de danos no sistema nervoso central (cérebro e medula espinal) e / ou estruturas nervosas periféricas. Tumores, epilepsia, acidentes vasculares cerebrais, doença de Parkinson, doença de Alzheimer, esclerose múltipla, doenças vasculares do cérebro podem levar à disfunção erétil devido à supressão do desejo sexual (libido) ou inibição excessiva de centros de ereção espinhal ou distúrbios de condução nervosa no local da lesão na ocorrência e manutenção da ereção, necessária para a realização da relação sexual plena. Com danos às estruturas da coluna vertebral e medula espinhal, como osteocondrose, hérnia de disco intervertebral, tumores, esclerose múltipla, a inervação do pênis pode ser perturbada, o que também leva a distúrbios de ereção.

A patologia das artérias e veias da pelve, artérias e veias que transportam o fornecimento de sangue ao pénis, pode levar a um fornecimento insuficiente de sangue aos corpos cavernosos com o desenvolvimento da disfunção eréctil. A patologia arterial é mais frequentemente causada por estenose ou lesão aterosclerótica da parede arterial, resultando em redução da perfusão sanguínea através dos corpos cavernosos do pênis com o desenvolvimento de insuficiência erétil. Pacientes com insuficiência arterial freqüentemente relatam ereção incompleta e dificuldades em mantê-la. Em caso de fluxo venoso patológico, os pacientes também notam a fraqueza e rapidez do desaparecimento de uma ereção logo após o seu início. Acesse mais informações e dicas em Vigmaxx.

Lá vem uma impotência psicológica

O parceiro começa a sugerir fraqueza, a auto-estima do homem cai e o psicológico vem junto com a impotência fisiológica.

Existem formas psicológicas (psicogênicas), orgânicas e mistas da Disfunção Erétil.

A maioria dos homens explica problemas de ereção (potência) por distúrbios psicológicos. No entanto, foi demonstrado que, em 80% dos casos, a DE tem uma natureza orgânica e surge como uma complicação de várias doenças somáticas.

Estes incluem diabetes, doenças vasculares, distúrbios neurológicos, distúrbios hormonais, lesões. Além disso, distúrbios da função sexual podem ser um efeito colateral de tomar certos medicamentos, uma conseqüência da cirurgia e lesões na região pélvica.

Contribuir para o desenvolvimento da impotência: alcoolismo, tabagismo prolongado, uso de drogas, prostatite, cuja causa mais comumente são doenças infecciosas não tratadas ou subtratadas sexualmente transmissíveis (clamídia, ureaplasmose), bem como vida sexual irregular, estresse e um estilo de vida inativo.

Além disso, uma ereção reduz o uso de drogas que inibem qualquer função do sistema nervoso central. Esforço físico excessivo, bem como o acúmulo de músculos enormes, “tomando” um grande número de hormônios sexuais, reduz a potência.

Atualmente, o termo “impotência” perdeu parte de sua relevância, uma vez que não abrange todo o espectro de distúrbios eréteis em homens. O diagnóstico mais correto hoje é a formulação “disfunção erétil”. Isso se deve ao fato de que a incapacidade de realizar uma relação sexual completa pode ter diferentes mecanismos e causas. A palavra “impotência”, mesmo que continue a existir na terminologia médica e na linguagem cotidiana, tem sido entendida como qualquer distúrbio funcional que impeça a manutenção de uma ereção ou a realização da ejaculação.

A manifestação da impotência pode ser limitada a um dos fenômenos que impedem a atividade sexual normal: uma violação da ejaculação, ereção instável, falta de orgasmo, frigidez. No entanto, muitas vezes a impotência é uma consequência de todo um complexo de desvios, e alguns tornam-se o pano de fundo para o desenvolvimento dos outros (com ereção instável, o medo de ser inadequado na cama provoca uma diminuição da atração no sexo oposto).

As estatísticas mostram uma frequência suficiente de certos distúrbios eréteis. Embora tenha sido provado que o risco de impotência aumenta com a idade, cerca de um terço dos homens com até 60 anos já tem certos problemas com a implementação da relação sexual.

Tudo sobre colágeno e seus benefícios

Há uma confusão de conceitos. Sob o nome de hidrolisado de colágeno, tanto um hidrolisado real quanto um produto de desnaturação do colágeno, a gelatina, são vendidos. A gelatina é o colágeno “desvendado” sob a ação da temperatura – as interações entre as moléculas de proteína que compõem o colágeno são destruídas – ele se divide em três partes. Devido à sua estrutura compacta, a gelatina é de difícil acesso para enzimas proteolíticas e, portanto, tem baixa eficiência. E o hidrolisado de colágeno é um produto do processamento térmico mais profundo (ou do método moderno – hidrólise enzimática) – as ligações na própria cadeia de proteínas são destruídas – a quebra da gelatina em centenas de partes facilmente digeríveis.


Como é possível distinguir na prática – tente a solubilidade na água. Os produtos de hidrólise devem ser relativamente solúveis em água, dando semelhança às soluções. O produto da desnaturação – a gelatina – é insolúvel em água fria, inicialmente inchada, formando uma geléia. 
Como proteína, o colágeno não está completo – ele não contém cistina, triptofano e a glutamina está rapidamente colapsando. 
O uso de colágeno é a presença de dois aminoácidos, que raramente são encontrados em outras proteínas – hidroxiprolina e oxilisina, bem como uma fonte de glicina (até 30%).


O colágeno em si tem uma massa de 300.000 daltons, comprimento de 300 nm, espessura de 1,5 nm. Esta é uma molécula enorme. Não será capaz de entrar fisicamente na corrente sanguínea e alcançar a articulação, mesmo se você não olhar para o fato de que o sistema imunológico não fará isso de qualquer maneira. Por exemplo, em cosméticos, são feitas injeções de colágeno, mas a molécula é quimicamente pré-tratada antes que a identidade da espécie seja perdida (quebrada). Ao mesmo tempo, ela ainda não consegue se afastar do local da injeção. Lentamente dividir no local da injeção e após 3-6 meses novas injeções são necessárias. Acesse para conhecer o tratamento em Como tomar Renova 31.

Por que eu preciso de colágeno?
Junto com a elastina, o colágeno tem a capacidade de “saltar”, alongar e retornar à sua forma original. Na juventude, uma quantidade suficiente de colágeno é produzida para garantir a pele:
elasticidade;
elasticidade;
plenitude;
tônus
Colágeno na pele é sintetizado por células especiais – fibroblastos. O colágeno é destruído pela ação de enzimas colagenases especiais, bem como metaloproteinases. Ao longo do tempo, a razão entre a produção e a destruição das alterações do colágeno em favor das últimas aumenta a atividade de enzimas que destroem o colágeno. O que, obviamente, afeta a qualidade da pele.

Principais benefícios e nutrição da raiz de maca da Maca Peruana

Apesar de ser reverenciada por suas propriedades medicinais por milhares de anos, a raiz de maca é um dos mais novos remédios a tomar o centro das atenções na comunidade natural de saúde, e seu novo status de superalimento é bem merecido. Os pesquisadores estão continuamente aparecendo novos benefícios de saúde associados a este poderoso vegetal de raiz.
O que é maca? Conhecida por seu nome científico, Lepidium meyenii, a maca é um tipo de vegetal crucífero nativo dos Andes do Peru. A maca tem uma aparência e tamanho similares aos dos rabanetes ou nabos com topos e raízes verdes que variam em cor de amarelo a roxo e preto.
A raiz de sabor agradável, ou hipocótilos, geralmente está disponível em pó depois de ser colhida e aterrada. Não só é uma fonte natural de nutrição curativa, mas também tem uma longa história de ser um superalimento seguro que tem sido consumido por seus benefícios à saúde por milhares de anos em regiões da Cordilheira dos Andes.
Ele também é considerado um “ adaptógeno ” , um nome dado a certas ervas, plantas e substâncias naturais que ajudam o corpo a se adaptar naturalmente a estressores como uma agenda lotada, exigindo trabalho ou doença.
Não só isso, mas a maca fornece uma série de micronutrientes importantes e é repleta de antioxidantes, e tem demonstrado melhorar a saúde sexual, equilibrar os níveis de hormônios e aumentar a energia, o humor e a memória.

Rico em antioxidantes
Raiz de maca age como um antioxidante natural , aumentando os níveis de antioxidantes como glutationa e superóxido dismutase no corpo. Antioxidantes ajudam a neutralizar os radicais livres nocivos, combatendo doenças crônicas e evitando danos às células.

Um estudo em tubo de ensaio em 2014 demonstrou que os polissacarídeos extraídos da maca tinham alta atividade antioxidante e eram eficazes no combate aos danos dos radicais livres .
Um estudo com animais na República Tcheca até descobriu que a administração de uma dose concentrada de maca a ratos não apenas melhorou seu status antioxidante, mas também diminuiu significativamente os níveis de colesterol e triglicerídeos no fígado e reduziu o açúcar no sangue, ajudando a prevenir o desenvolvimento de doenças crônicas. Entretanto, outro estudo em tubo de ensaio mostrou que o teor de antioxidantes do extrato de folhas de maca pode até proteger contra danos neurológicos.
Melhorar o seu status antioxidante pode ser benéfico para prevenir condições como doenças cardíacas, câncer e diabetes, prevenindo o estresse oxidativo e danos às células. No entanto, apesar desses resultados promissores, mais estudos são necessários para entender como os antioxidantes na raiz de maca podem afetar os seres humanos. Saiba onde encontrar o produto acessando Maca Peruana Mercado Livre.

A vantagem dos exercícios combinados na perda de peso

Trasters

Este exercício é claramente inventado no submundo. Primeiro, agache com uma barra no peito e, depois, sem parar, faça um empurrão no banco. É impossível andar devagar: você perderá velocidade e inércia e precisará de um passo extra para empurrar a barra para cima. Portanto, os propulsores são muito intensivos e gastam muita energia.

Calcadores carregar coxas e nádegas, ombros e costas bem. Também envolvido no trabalho dos músculos abdominais.

Escolha tal peso para executar 10 Trusters sem parar, ou melhor ainda – transforme-os em um treinamento intervalado e você se arrepende de ter nascido no mundo.

A vantagem dos exercícios combinados é confirmada pelo estudo.12 semanas de resistência aeróbica, resistência ou treinamento físico combinado para fatores de risco cardiovascular Sulin Ho (Suleen Ho) da Curtina University na Austrália. 12 semanas de treinos combinados ajudaram as cobaias a reduzir o peso e a gordura corporal de forma mais eficaz do que os exercícios cardiovasculares ou de força separadamente.

Acontece que, para o efeito máximo, você precisa realizar exercícios cardiovasculares e de força.

O primeiro consumidor de energia, mas o segundo vai bombear através dos músculos e às custas do débito de oxigênio, ajudará a queimar calorias, não só no treinamento, mas também depois dele.

Layfhaker encontrou os exercícios mais intensivos em energia para o treino combinado. Primeiro, considere as opções para as quais você precisa de equipamento: uma barra, pesos, cordas, uma bola de pelúcia e, em seguida, passar para exercícios de queima de gordura com seu próprio peso.

Se você quer apenas se livrar de quilos extras e não quer esperar, então eu não aconselho você a usar esses métodos . No mínimo, será muito difícil para você consertar o resultado, que você conseguiu de maneira emergencial em poucos dias, e o peso retornará. Em tais casos (dos quais a maioria), recomendo usar métodos comprovados de alimentação saudável . Você será capaz de normalizar seu peso, efetivamente consolidar o resultado e, geralmente, melhorar sua saúde, descobrindo habilidades que você só poderia sonhar antes.

Aqueles que estão dispostos a gastar tempo perdendo peso – por favor, aqui .

Aqui, proponho permanecer apenas para aqueles que realmente precisam perder peso muito rapidamente, e não o incomoda que isso possa ser breve e inseguro. Então, vamos entender como perder peso de forma rápida e eficaz.

Desculpas para se limitar a qualquer atividade física?

Encontre um milhão de desculpas para se limitar a qualquer atividade física? E você se tornou adepto desse assunto! Nós nos apressamos em decepcionar: sem esforço físico, infelizmente, de jeito nenhum. Aqui, o principal é abordar o assunto com sabedoria. Você não deve sobrecarregar o corpo e construir-se imediatamente um guru da aptidão. Peso, talvez, suavemente vai embora, mas meu coração não dirá obrigado. Todos os treinos devem ser cuidadosamente selecionados (por idade, estado de saúde e resultado desejado). Defina uma meta, ouça o corpo, calcule quantas lições por semana você pode controlar facilmente. Torne os treinos mais intensos se o seu trabalho for sedentário. Não seja preguiçoso. Agachamentos e alongamentos podem ser feitos em casa enquanto assiste a uma nova série de suas séries favoritas.

Trasters

Este exercício é claramente inventado no submundo. Primeiro, agache com uma barra no peito e, depois, sem parar, faça um empurrão no banco. É impossível andar devagar: você perderá velocidade e inércia e precisará de um passo extra para empurrar a barra para cima. Portanto, os propulsores são muito intensivos e gastam muita energia.

Calcadores carregar coxas e nádegas, ombros e costas bem. Também envolvido no trabalho dos músculos abdominais.

Escolha tal peso para executar 10 Trusters sem parar, ou melhor ainda – transforme-os em um treinamento intervalado e você se arrepende de ter nascido no mundo.

Como perder peso com a corrida?
Muitos começam a correr para perder peso. Vamos dizer imediatamente: correr não é a melhor maneira de perder peso se você é um iniciante. Perder peso com a ajuda de correr, claro, você pode. No entanto, correndo várias vezes por semana durante 30 a 40 minutos, é difícil alcançar um resultado notável, e correr mais e mais na fase inicial, você pode reabastecer rapidamente as fileiras de corredores feridos e, portanto, forçados de atividade física.

O almoço também não deve ser esquecido na luta contra a perda de peso

Nosso corpo precisa acordar do sono e fazer o trabalho. O almoço também não deve ser esquecido, por mais tenso que seja o dia. O que o seu almoço será composto, é aconselhável pensar com antecedência: pode ser uma tigela de sopa quente, uma salada de legumes, carne magra cozida, e como uma sobremesa – várias fatias de chocolate escuro escuro, marmelada ou marshmallow. O jantar deve ser leve. Deixe o jantar servir legumes cozidos no vapor e um pedaço de peixe ou carne grelhada. Não se esqueça dos lanches habituais entre as principais refeições (frutas, frutas secas, nozes). A única e importante condição – não comer demais! Acesse mais dicas em Kifina Contra indicações.

Você não deve cancelar o tradicional chá bebendo com seus colegas, porque isso não é apenas um conjunto de beber café ou chá – é uma comunicação agradável e troca das últimas notícias. Não se prive desse prazer, beba café natural, de preferência com leite, ou chá verde sem açúcar. Se você não tiver força de vontade suficiente para comer um pedaço de bolo, coma-o, lembrando-se de que precisará gastar algumas calorias extras: por exemplo, caminhe até a casa, deixando várias paradas antes. E, em geral, mover mais e mais, fazer exercícios de manhã ou pelo menos alguns exercícios físicos durante o dia para se aquecer, isso irá acelerar significativamente a implementação do plano.

Coma mais verduras frescas e toda a “grama” útil, incluindo plantas silvestres – um depósito de vitaminas. Frutas e frutas também são úteis e, veja bem, um grande prazer. Uma vez por semana, organize seus dias de jejum: batata, kefir, carne, laticínios, vegetais, frutas … Como você pode ver, muitas inovações aparecerão em sua vida. Mas desde que o antigo modo de vida e nutrição levou você a quilos extras, isso significa que estava errado, e isso precisa ser mudado.

Você pode escolher outro caminho – para encontrar uma dieta rápida emagrecimento.e perder 10 kg por uns 5-10 dias, colocando-se em um quadro rígido e limitando tudo. Esse caminho pode ser rápido, mas perigoso. Os problemas de saúde de perda de peso que substituíram a perda de peso vêm a nada. Dietas “rápidas” são eficazes, mas você precisa entrar e sair delas, tendo cuidadosamente preparado e estudado muita informação. Então, vamos voltar nossa atenção para dietas de longo prazo, reduzindo gradualmente o peso e dando resultados duradouros e duradouros. Existem muitas dietas desse tipo. As chamadas dietas nacionais são muito populares – todos conhecem as dietas inglesa, mediterrânea ou japonesa, que garantem uma dinâmica positiva. E sugerimos que você experimente as dietas canadense, chinesa ou escocesa que terão o efeito desejado e não o desapontarão.

Múltiplas complicações da saúde com a presença da impotência sexual

A disfunção erétil é um dos problemas mais importantes da urologia moderna, pois afeta significativamente a qualidade de vida de um homem, determinando em grande parte sua saúde emocional e física. Ele aborda as questões de sexologia, psicologia e saúde orgânica de um homem e, portanto, requer uma abordagem integrada para a sua solução com a participação de não apenas urologistas, andrologistas, mas também médicos de especialidades relacionadas.

Os distúrbios de ereção podem ser causados ​​por dois grupos de causas: psicológicos (psicogênicos) e somáticos (orgânicos). Estudos dos últimos 20 anos mostraram que a disfunção erétil raramente é causada por razões puramente psicológicas (estresse, depressão, padrões comportamentais etc.). Ao mesmo tempo, tornou-se conhecido que cerca de 80% de todos os casos de distúrbios eréteis são devidos a qualquer condição física (somática, orgânica). Estes incluem diabetes, hipertensão arterial, colesterol alto e aterosclerose vascular, insuficiência renal e hepática, doenças da tireóide, distúrbios hormonais, efeitos de operações na próstata e reto, trauma e doenças da medula espinhal e do cérebro (acidente vascular cerebral, Doença de Alzheimer, etc.) efeitos de lesões pélvicas, doença de Peyronie. Os distúrbios de ereção também podem ser causados ​​pela ingestão de certos medicamentos. A disfunção erétil persistente pode se desenvolver como resultado de maus hábitos, como beber, fumar e usar drogas. Uma opinião comum, não apenas entre a população, mas infelizmente entre os médicos, de que as infecções genitais e a prostatite crônica podem ser as causas da DE, não têm nada a ver com a realidade e são errôneas. Aguarde uma melhora significativa na ereção prejudicada após o tratamento da prostatite crônica ou infecções sexualmente transmissíveis é completamente inútil. Vigmaxx funciona e combaterá todos os sintomas de impotência.

Ainda há um forte preconceito: todos os problemas na cama são da cabeça. Transportado; preocupado; o lugar não é esse parceiro não é o mesmo e, francamente, não tão desejado … O número de desculpas está crescendo em proporção direta ao número de atos sexuais fracassados.

Enquanto isso, os cientistas provaram que entre os fatores que levam à disfunção erétil, a proporção de contas psicológicas é de apenas 20-25%, e os 75-80% restantes são de natureza orgânica, isto é, provocados por falhas e mau funcionamento no trabalho de outros órgãos e sistemas de homens.